Instituto Brasileiro de Museus

Museu da Inconfidência

Curiosidades MDINC – o relógio da torre

publicado: 29/03/2020 17h50, última modificação: 20/04/2020 18h00
Maquinário do relógio da torre do prédio do Museu da Inconfidência (Foto: Margareth Monteiro/março 2020)

A antiga Câmara e Cadeia, atual Museu da Inconfidência, apresenta o relógio na torre central do prédio que é referência para toda a comunidade ouropretana e turistas.

Entre as providências de manutenção dos serviços essenciais do MDINC, a diretora do museu, Margareth Monteiro, acompanhou esta semana o processo de manutenção do relógio feita por dois antigos funcionários do museu.

Foi feita a aplicação de graxa na engrenagem do maquinário e dada a corda do relógio, a fim de que voltasse a tocar e funcionar normalmente. O funcionamento da corda do relógio será executado de 3 em 3 dias por funcionários treinados para este fim, em esquema de alternância de pessoal.

História do relógio
“O relógio da torre não é o antigo que saiu da cadeia velha demolida e que funcionou ao longo dos anos, primeiro numa das torres da Igreja do Carmo e, a partir de 1797, numa torre improvisada ao lado da construção.

Este, de fabricação ouropretana e de autoria de Manuel de Afonseca Neto, possuía dimensões que tornavam impraticável a sua instalação no prédio novo e foi trocado por outro, adquirido pelo senador Rocha Lagoa para a Igreja de São Francisco de Paula.”

Fonte: MOURÃO, Rui e IGLÉSIAS, Francisco. Museu da Inconfidência. 2a. edição. Edição comemorativa. Distrito Federal: MinC/IPHAN. Distrito Federal, 1995. Pg. 32.